Content
  • PT
  • ENG
Publicado em 23/4/2014 por Eunice Sousa

Autor: Ernestino Maravalhas

Editora: Edição Ernestino Maravalhas (apoio Planeta Vivo).

Nº de páginas: 455

Palavras-chave:borboletas; conservação; coleções; biodiversidade.

 

Sobre o autor:

Entomologista e especialista nas libélulas de Portugal, dedica a sua vida a todos os aspetos da entomologia e sobre ela escreveu e publicou diversos livros e artigos científicos. A sua paixão pela microfotografia de insetos valeu-lhe ainda fotografias publicadas em livros e revistas da área. Em paralelo desenvolve estudos em biologia e biogeografia e é responsável pela manutenção de bases de dados de seres vivos portugueses. Fundador e vice-presidente do TAGIS - Centro de Conservação das borboletas de Portugal - e membro de várias sociedades entomológicas nacionais e europeias e da VENTO NORTE - Associação de Defesa do Ambiente e Ocupação dos Tempos Livres - da qual foi presidente até Fevereiro de 2013.

 

Sinopse Ciência 2.0:

Eis que, em 2003, aparece um guia nacional das formosas borboletas! Se sabemos que há uma série de bicharada que toda a gente adora, entre elas estão, com toda a certeza, as borboletas.

Desde o séc. XVII que já muitos colecionadores desejavam conservar ansiosamente exemplares de borboletas. Eram coleções sôfregas e constantemente carentes daquela beleza que estava contida numa incrível diversidade de espécies. Era impossível não gostar de mais uma!

Hoje a admiração por estes insetos ainda é grande mas a maior parte de nós não tem noção da diversidade e da beleza das espécies que pode encontrar em Portugal, no dia-a-dia. Elas cada vez são menos... e nós cada vez temos menos oportunidades para as ver!

Ernestino Maravalhas é o autor que reúne e apresenta, numa só obra, informação detalhada acerca das borboletas do nosso país, obra essa que tem servido para satisfazer a curiosidade dos especialistas e de meros amadores! O guia “As Borboletas de Portugal” não deixa nada ao acaso e ninguém desapontado: desde responder à questão “o que são insectos”, passando pela taxonomia das borboletas, a sua evolução biológica, o estado de conservação, polimorfismo e ciclo biológico, tudo, mesmo tudo, é tratado neste rigoroso guia.

Sabia que, tal como as aves, muitas borboletas são migradoras e percorrem muitos quilómetros para porem os seus ovos? Ou que a melhor forma de procurar borboletas é saber um pouco mais sobre a vegetação da zona?

Estas e outras questões estão claramente respondidas por Ernestino Maravalhas que ainda dá algumas dicas sobre os melhores locais para observação. Nós, o mais certo é ficarmos com “borboletas no estômago”, ansiosos por procurar e descobrir a coleção fantástica das borboletas de Portugal!

 

Partilha

Consola de depuração Joomla

Sessão

Dados do perfil

Utilização de memória

Pedidos à Base de dados