Content
  • PT
  • ENG
© Lúcia Antunes
Artigo
Publicado em 4/6/2012 por Renata Silva

No terceiro artigo acerca destes mamíferos, a propósito do Ano do Morcego 2011-2012, o Ciência 2.0 dá a conhecer o que leva a que várias espécies destes quirópteros (ordem de mamíferos a que pertencem os morcegos devido às suas capacidades de voo e alimentação)  estejam em perigo. 

Todas as 27 espécies de morcegos existentes em Portugal são protegidas por lei. Os morcegos têm um papel muito importante para a biodiversidade, nomeadamente no controlo das populações de insetos, que lhes servem de alimento. Contudo, várias destas espécies estão ameaçadas. O desconhecimento e a má imagem que os morcegos, apesar de tudo, ainda têm, leva a que sejam também perseguidos.

A bióloga Rita Rocha deu a conhecer ao Ciência 2.0 as principais causas que ameaçam os morcegos em Portugal. “A destruição e perturbação de abrigos são uma das principais causas de ameaça. Por isso, existem convenções que protegem especificamente estes espaços.”

Os morcegos que se encontram nestes abrigos, estão mais vulneráveis à perturbação na época de hibernação ou de criação.

Também os atropelamentos são uma das razões de ameaça. São uma causa de mortalidade direta destes mamíferos e afetam espécies de voo baixo, tais como o morcego de ferradura-grande (Rhinolophus ferrumequinum), o morcego de ferradura-pequeno (Rhinolophus hipposideros), morcego-de-ferradura-mediterrânico (Rhinolophus euryale), morcego-de-ferradura-mourisco (Rhinolophus mehelyi), morcego-negro (Barbastella barbastellus), morcego-orelhudo-castanho (Plecotus auritus), morcego-orelhudo-cinzento (Plecotus austriacus), entre outros.

Há também a colisão com aerogeradores. “Têm sido capturados indivíduos mortos, devido à diferença de pressão na parte da frente e de trás da pá", explica Rita Rocha. Esta diferença provoca  hemorragias nos órgãos internos destes animais. Os aerogeradores causam a morte sobretudo de espécies de voo alto (morcego-arborícola-pequeno (Nyctalus leislerimorcego-arborícola-grande (Nyctalus noctula), morcego-arborícola-gigante (Nyctalus lasiopterus), morcego-rabudo (Tadarida teniotis), morcego de Savi (Hypsugo savii).

O uso de pesticidas nos campos de cultivo também é prejudicial a estes mamíferos, não só porque diminui a abundância e a diversidade das presas, como também pode afetar diretamente os morcegos pela ingestão de água e insetos contaminados. Uma outra causa é a transformação e redução das zonas de alimentação, assim como a presença de arame farpado.

Segundo dados recentes do Instituto de Conservação da Natureza e da Biodiversidade (ICNB), das 25 espécies de morcegos existentes em Portugal Continental, sabe-se que três estão criticamente em perigo, nove têm informação insuficiente para uma classificação correta, cinco estão em estado vulnerável e uma está em perigo.

Espécies de morcegos que se encontram atualmente criticamente em perigo:

Morcego-de-ferradura-mediterrânico (Rhinolophus euryale)

Morcego-de-ferradura-mourisco (Rhinolophus mehelyi)

Morcego-rato-pequeno (Myotis blythii)

Para saber mais sobre outras espécies de morcegos em perigo consultar este documento

O que podemos fazer para ajudar os morcegos?

Se for possível saber onde se encontram as diferentes espécies destes mamíferos e qual o seu habitat será mais fácil proteger estes animais e poder atuar. “Muitas das áreas não são cobertas. Se nós tivéssemos um atlas de biodiversidade mais completo, as coisas seriam feitas de forma diferente”, alerta Rita Rocha.

É por isso muito importante sensibilizar e desmistificar os morcegos, animais frágeis e vulneráveis. Para monitorizar estes animais, o ICNB tem um site que funciona como uma fonte de informação e ao mesmo tempo como um mapa onde os visitantes da página podem registar onde viram estes mamíferos.

Para ajudar é possível também criar uma caixa-abrigo para morcegos para colocar em casa. Qualquer pessoa pode fazer um, criando condições favoráveis para algumas espécies destes mamíferos se instalarem.

Ilustração: Lúcia Antunes

Na ilustração: Morcego rato-pequeno (Myotis blythii)

Partilha


Comenta

Ilustração: Lúcia Antunes

Morcego-arborícola-pequeno

Ilustração: Lúcia Antunes

Morcego-de-ferradura-mourisco

Consola de depuração Joomla

Sessão

Dados do perfil

Utilização de memória

Pedidos à Base de dados