Content
  • PT
  • ENG

AS NOSSAS SUGESTõES - Outros

Diários da Natureza

Autora: Luísa Nunes

Editora: Planeta-Vivo

Nº de páginas: 136
Palavras-chave: lince; malcata; coelho; raposa; abutre-negro; esteva; geneta; perdiz; azinheira.

 

Sinopse Ciência 2.0:

Nem sempre aprendemos apenas com os livros. Hoje, os mais variados temas estão espelhados nos mais diversos formatos. Comunicar a ciência é manter o contacto entre ela e o público seja qual for o tema ou o formato. Foi provavelmente estes os pensamentos que encorajaram autores, editores e parceiros em publicar, já desde 2012, o Diário da Natureza onde Luísa Nunes imprime, através das suas aguarelas, experiências vividas em primeira mão! Uma agenda que nos permite aprender, todos os dias, um pouco mais acerca da natureza que nos rodeia.
A edição relativa ao novo ano que agora chegou é dedicada ao Lince. A verdade é que o Lince tem passado de boca em boca pela sua posição tão vulnerável, que acabou por se tornar num ícone que representa, de alguma forma, as espécies que este planeta perde, todos os dias. E porque o Lince não vive sozinho, porque está em extinção devido à extinção do seu habitat, o Diário da Natureza mostra-nos as espécies, os habitats, os nichos que recebem esta espécie e que, por isso, é necessário preservar também. Coelhos, raposas, abutres-negros, perdizes, estevas e azinheiras constituem outras espécies das quais o lince depende direta ou indiretamente. Porque, de facto, estamos todos ligados, a mensagem global é de que só será possível proteger uma espécie se estivermos dispostos a acolher e proteger todo o seu habitat! Não é algo fácil de colocar em prática, não é informação que se aprenda num dia só, pelo que nos são oferecidos 365 dias de pequenos momentos de educação ambiental.

Observação de aves

Local: Parque da Cidade do Porto

Organização: SPEA  Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves

Entrada: gratuita

 

Muitas vezes, quando passeamos pelo Parque da Cidade, gostaríamos de ter conhecimento sobre as variadas espécies de animais com as quais nos vamos cruzando no nosso percurso.

Os voluntários da SPEA (Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves) ajudam a descobrir as espécies de aves  que habitam no Parque da Cidade ou que estão apenas de passagem  com binóculos e guias de campo para todos. Pode passar pelo Parque da Cidade (não necessita de inscrição prévia) e participar na atividade gratuita que esta associação oferece uma vez por mês.

O maior desafio é observar as espécies que se ocultam do nosso olhar por entre as folhagens das árvores. Mas é bem possível! E compensador! Imperativo: aproveitar as horas de pouco calor, não fazer barulho e caminhar discretamente. E, sobretudo, ter muita paciência e binóculos! Assim, poderá aos poucos ir descobrindo algumas das espécies que se podem observar no parque.

Fique a saber mais sobre as espécies de aves que poderá encontrar no Parque aqui.

E sobre a atividade, encontrará informação adicional em http://www.spea.pt/pt/participar/actividades/. As observações de aves com os voluntários da SPEA estarão também disponíveis nas atividades da Ciência Viva – Biologia no Verão. As actividades da Ciência Viva estão sujeitas a inscrição, em breve disponível em http://www.cienciaviva.pt. Irão decorrer no Parque da Cidade do Porto (dias 21 de julho e 1 de setembro, das 9h-13h) e em Salreu (dia 5 de agosto, das 9h-13h).


Foto: Daniel Gomes e Sofia Tavares

Consola de depuração Joomla

Sessão

Dados do perfil

Utilização de memória

Pedidos à Base de dados